Senadora Mara Gabrilli defende o THC medicinal: “CBD puro pra mim faz mal”

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Gabrilli fala durante debate Cannabusiness ao lado de Caroline Heinz (VP HempMeds Brasil) e a jornalista Valéria França (Foto: Marcus Bruno/Sechat)

A grande estrela do segundo debate sobre cannabusiness promovido pelo Lide Futuro, na sexta-feira (18) passada, foi a senadora Mara Gabrilli (PSDB/SP). Usuária de cannabis medicinal, a parlamentar não pode comparecer ao primeiro evento justamente porque estava sofrendo crises de espasmos provocada pela sua lesão medular.

“Eu não vim na outra reunião porque estava muito violenta, pulando fora da cadeira”, brincou.

Gabrilli, que ficou tetraplégica há duas décadas devido a um acidente de carro, fez uma longa fala sobre os tratamentos que realiza desde então, principalmente com cannabis medicinal. Ela conta que já passou por vários protocolos de pesquisa no exterior e no Brasil, entre eles, estudos com estimulação magnética transcraniana.

“Eu importei o Purodiol, que é um CBD isolado e que tem dado resultado pra muita gente com epilepsia refratária e outras convulsões. Só que no meu caso, fez efeito contrário, talvez pela circunstância de tanta eletricidade, ele não fez bem pra mim. Ele acabou desenvolvendo uma epilepsia visceral, porque eu passei a ter espasmos diferentes que me levaram a uma mioclonia, que é uma espécie de convulsão”.

A senadora hoje faz uso o Mevatyl, que tem inclusive mais THC (27 mg/ml) do que CBD (25 mg/ml). Segundo Mara, esse medicamento consegue controlar os espasmos e trouxe mais qualidade de vida para ela.

“Eu percebi que canabidiol puro para mim não é bom. Isso mostra que cada ser humano tem uma característica. E a gente tem esse sistema endocanabinoide dentro do corpo, que é muito pouco estudado, e a gente já percebeu que ele modula humor, modula movimento, modula ansiedade. E é essa modulação que a gente quer para os brasileiros serem mais felizes.”

Mara Gabrilli explica que CBD isolado lhe fez mal

A palestra de Mara Gabrilli aconteceu durante o seminário ‘Cannabusiness: potencial nacional e segmentos de negócios’, evento que reuniu investidores e empresários da área de cannabis medicinal no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Este foi o segundo evento sobre o setor promovido pela plataforma Lide Futuro. Veja como foi:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese