Democratas querem derrubar o veto presidencial ao comercio de cannabis em Washington DC

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Senado controlado pelos republicanos não apoiou medidas semelhantes no passado. No entanto, há esperança de que isso mude agora que há uma maioria democrata na Câmara (Foto: Thomas Lin/Prexels)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de Canex (Emily Ledger)

Seguindo projeto originalmente colocado pelo deputado republicano Andy Harris, Biden mantém bloqueio a venda de cannabis em Washington DC.

Na última quarta-feira dia 23/06 , os líderes de um subcomitê da Câmara dos Representantes dos EUA divulgaram um amplo projeto de lei de gastos que suspenderia tal proibição, além de proteger os bancos que atendem às empresas de cannabis legais.

>>> Siga o Sechat no INSTAGRAM

A proposta, que cobre o financiamento anual de várias agências federais, também contém linguagem que protegeria os bancos de serem penalizados por reguladores federais simplesmente por trabalharem com empresas de cannabis que operam de acordo com as leis estaduais. 

Em 2019 e no ano passado, a câmara aprovou uma emenda ainda mais ampla que forneceria proteções para todos os programas estaduais e territoriais, em vez de apenas sistemas do uso medicinal. Mas o senado não seguiu o exemplo e a provisão não foi incluída no projeto de lei de gastos final enviado à mesa de Trump.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Em várias ocasiões, quando Trump assinou uma legislação de gastos anuais em grande escala, ele anexou uma declaração que dizia que ele tinha o poder de ignorar o piloto de cannabis medicinal aprovado pelo congresso , afirmando que a administração “tratará esta disposição consistente com a responsabilidade constitucional do presidente de executar fielmente o leis dos Estados Unidos”, segundo o ex presidente.

Enquanto isso, a administração Biden está sendo observada de perto por defensores quando se trata de qualquer desenvolvimento de política de cannabis, especialmente desde que o presidente manteve uma oposição à legalização do uso adulto, mesmo enquanto vários projetos de lei para acabar com a proibição federal estão sendo redigidos e apresentados.

O orçamento de Biden, não propôs acabar com Escritório de Política Nacional de Controle de Drogas (ONDCP) como Trump fez. O ex-presidente pediu um corte de cerca de 90 por cento no orçamento da agência em suas propostas, mas o Congresso não fez o mesmo. Biden ajudou a estabelecer o gabinete do secretário antidrogas durante seu tempo no Senado.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

O orçamento de Biden   também inclui US $ 17 milhões em financiamento para apoiar a produção industrial de cânhamo.

O projeto de lei é o primeiro de doze projetos a serem separados que o congresso vai analisar este ano. Os defensores estarão observando para ver como os legisladores da Câmara e do Senado abordarão as questões da maconha nas próximas medidas de gastos nas próximas semanas.

Confira outros conteúdos sobre o comércio da cannabis publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER