Exercício físico aumenta “cannabis natural” do corpo, diz estudo

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
iStock_66910999_SMALL
O sistema endocanabinoide ajuda a regular e harmonizar uma série de funções básicas do corpo, como percepção da dor, ansiedade, memória, aprendizado, apetite, temperatura, função reprodutiva e até mesmo frequência cardíaca e pressão arterial. (Créditos da imagem: Metrópoles)

Curadoria Sechat, com informações de Metrópoles (Bethânia Nunes)

Pesquisadores da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, afirmam que a prática de atividade física tem o poder de aumentar os níveis de endocanabinóides no corpo. Essas substâncias, semelhantes ao CBD encontrado na maconha, são produzidas naturalmente pelo corpo e reduzem dores e inflamações.

“À medida que aumenta o interesse pelo óleo de canabidiol e outros suplementos, é importante saber que intervenções simples no estilo de vida, como exercícios, podem modular os endocanabinóides”

Amrita Vijay, pesquisadora da Escola de Medicina

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Em um artigo publicado na plataforma Gut Microbes, revisado por pares, os cientistas afirmam que a prática de atividade física já é conhecida por diminuir a inflamação crônica, condição que pode resultar em artrite, doenças crônicas e até mesmo câncer. No entanto, o conhecimento sobre como reduzir a inflamação descontrolada ainda é limitado.

Estudo

O estudo contou com 78 voluntários diagnosticados com artrite; 38 deles realizaram 15 minutos de exercícios de fortalecimento muscular todos os dias durante seis semanas, e os outros 40 foram orientados a não fazer nada.

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Ao final do período, os participantes que realizaram exercícios relataram redução da dor. Exames também mostraram um aumento de micróbios que produzem substâncias anti-inflamatórias no intestino dos participantes ativos, níveis mais baixos de citocinas e níveis mais altos de endocanabinóides.

De acordo com os cientistas, o aumento dos endocanabinóides foi relacionado às mudanças nos micróbios intestinais e as substâncias anti-inflamatórias geradas pelo exercício físico.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER