Dep. Diego Garcia usa redes sociais para desinformar seus seguidores a respeito da cannabis no Brasil

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Reprodução/GAComunicação)

Por João R. Negromonte

Nos últimos dias, uma empresa de cannabis em Massachusetts criou um comestível que definitivamente não será confundido com nada além do que é – o maior brownie de maconha do mundo. Em um comunicado à imprensa celebrando o lançamento de sua nova marca comestível Bubbys Baked, a empresa de cannabis MariMed revelou o maior brownie de cannabis do mundo, e fez questão de fazê-lo no Dia Nacional do Brownie para tornar a guloseima com infusão de cannabis ainda mais doce.

Se apoiando desse acontecimento, o Deputado Diego Garcia (PODE) do Paraná, fez um post em suas redes sociais criando uma polêmica em torno do PL399, que diz:

Disseram que era exagero, mas eis o que o PL399/2015 pode fazer em nosso país

Diego Garcia

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Imagem: Instagram/diegogarciaparana

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Bem, até onde sabemos, o PL serve para regulamentar o uso medicinal da cannabis.

Mas o que isso quer dizer ?

Quer dizer que uma regulação serve justamente para estabelecer regras sobre esses produtos. Ou seja, “os MEDICAMENTOS que contenham extratos, substratos, ou partes da planta denominada Cannabis sativa, ou substâncias canabinoides, poderão ser comercializados no território nacional, desde que exista comprovação de sua eficácia terapêutica, devidamente atestada mediante laudo médico para todos os casos de indicação de seu uso.

Sendo assim, para nós brasileiros termos acesso a esse tipo de remédio, teremos uma série de regras pré-estabelecidas para seguir antes de sair fazendo o que bem entende com a planta.

Outro ponto bem interessante, é que o PL399 não prevê o cultivo individual, nem plantas com teor de THC (substância psicoativa da cannabis) maior que 0,3%, isto é, o projeto regula o cânhamo industrial, planta usada na fabricação de diversos produtos que vão da alimentação às baterias elétricas.

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

Ao que parece, o deputado Diego Garcia, na verdade, está tentando criar uma “cortina de fumaça” em torno da pauta, com intuito de manipular e atrapalhar uma discussão tão importante e necessária para pacientes que dependem desses medicamentos.

Relacionados

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER