Clubes de cannabis podem fechar em Barcelona após decisão da Suprema Corte

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Assim como no Brasil, a legalização da cannabis na Espanha é um assunto delicado, mesmo com as brechas na lei (Foto: Adobe Stock)

Curadoria e edição de Sechat Conteúdo, com informações de The Guardian

Famosos clubes sociais de cannabis na Espanha correm o risco de fechar as portas após uma decisão histórica da Suprema Corte que está destinada a tapar a lacuna legal que levou à sua popularidade.

De acordo com o The Guardian, 200 clubes de cannabis em Barcelona estão em perigo depois que o tribunal decidiu anular sua decisão de 2017 que dizia que “o consumo privado de cannabis por adultos faz parte do exercício do direito fundamental ao livre desenvolvimento pessoal e à liberdade de consciência.”

>>> Inscreva-se em nossa NEWSLETTER e receba a informação confiável do Sechat sobre Cannabis Medicinal

O cultivo, consumo e distribuição de cannabis foram essencialmente legalizados na Catalunha para membros de clubes privados de cannabis no mesmo ano, levando a um mercado próspero.

Os clubes sociais de cannabis são administrados pelo estatuto da cidade de Barcelona há anos, no entanto, a decisão da suprema corte sugere que as autoridades da cidade não são mais “competentes” para legislar sobre questões regidas pelo estado.

As empresas de cannabis serão agora informadas de que a venda, consumo ou promoção de cannabis serão proibidos na Espanha, incluindo Barcelona, ​​onde 70% dos clubes de cannabis do país estão localizados.

>>> Participe do grupo do Sechat no WHATSAPP e receba primeiro as notícias

Eric Asensio, porta-voz da Federação das Associações Catalãs de Cannabis, disse ao The Guardian: “A maioria das associações presume que mais cedo ou mais tarde serão forçadas a fechar.

Mais uma vez o judiciário ataca as associações sem levar em conta a realidade de Barcelona, ​​cidade que convive com essas entidades há mais de 30 anos.

“As associações lá são um modelo pioneiro na Europa, exportado internacionalmente, na aplicação de novas políticas de medicamentos com foco no indivíduo e na sua saúde,” afirma Eric.

E complementa, “o que é necessário é um quadro legal que reconheça a realidade existente e obtenha os mecanismos reguladores necessários em colaboração com as autoridades públicas, com uma clara ênfase na saúde pública.”

>>> Participe do grupo do Sechat no TELEGRAM e receba primeiro as notícias

Como já informado anteriormente, o mercado espanhol de cannabis é grande, com negócios como os clubes sociais, que atraem milhões de turistas. De acordo com a Canna Byte , existem quatro milhões de consumidores locais, bem como cerca de 6,5 a 12,5 milhões de pessoas que passam algum tempo no país para desfrutar da erva todos os anos.

Resta aos espanhóis agora, aguardar que a Federação, que pediu para fazer parte do grupo de trabalho da Câmara Municipal, crie soluções legislativas para contornar a situação.

Confira outros conteúdos sobre a cannabis na Espanha publicados pelo Sechat:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese