Cannabis medicinal continua a reunir Ciência e Espiritualidade até os dias de hoje

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
(Imagem: Arquivo/Sechat)

Por Cynthia De Carlo

Envolvendo o lado científico e o lado espiritual, me deparei com a História da Planta Cannabis de 2700 a.C. na China Antiga, seguido pelo Egito Antigo, onde além do uso na medicina também se destacou em rituais e cerimônias espirituais, devido às altas concentrações de THC encontradas nos pulmões de múmias datas de 950 a.C.

Ciência

Já mais recentemente, graças ao cientista israelense e “pai” da Cannabis Medicinal, Raphael Mechoulam, pudemos ver comprovadas e certificadas, as propriedades científicas da Cannabis medicinal, atendendo diversas patologias clínicas; salientando a sua perfeita interação com o corpo humano, como provado; constituindo e formando o Sistema Endocanabinóide, que recebe os componentes da planta; e ajudando a restabelecer em diversos casos o devido equilíbrio (homeostase) ao corpo humano.

Na prática odontológica, quando analiso os casos clínicos em meu consultório, isso já na anamnese, e por vezes pelo histórico de vida relatado pelo paciente, consigo claramente correlacionar a sua patologia, ao estilo de vida impresso em nossa sociedade. 

Determinados estilos de vida, traços de personalidade e carreiras são supervalorizados na nossa sociedade. A decepção e a frustração com você mesmo, podem surgir quando essas expectativas não são correspondidas, principalmente quando o mesmo é esperado pela família e o parceiro.

Essa pressão social, que é o nome dado às cobranças da sociedade, pode ser estendida ainda a familiares, amigos e parceiros, que também podem e acabam nos pressionando, conforme as exigências do ambiente exterior, dificultando resistir a elas.

Esse processo de decepção e frustração contínua acaba afetando, na maioria das vezes, a regularidade e a qualidade da nossa alimentação diária e do sono, sem contar, que estamos expostos ainda a alimentos industrializados, que acabam aumentando e potencializando os processos inflamatórios pelo corpo. Neste círculo vicioso, há sempre desequilíbrios energéticos, sem falar na descrença e perda de Fé em si mesmos, entrando aqui a Espiritualidade. 

Enfatizo isso acima, com base nos ensinamentos de vários estudos científicos, que investigam sobre as possíveis novas vias de tratamento de doenças consideradas incuráveis, ou de difícil cura, através da compreensão das verdadeiras causas das doenças, que não envolvem somente o corpo, mas também a alma. 

Assim façamos uma reflexão: 

O que é Saúde? 

A Saúde é uma energia plena e harmoniosa do organismo no âmbito biológico, psicológico e social.

O que é Doença? 

É o desequilíbrio da saúde, com deterioração do organismo humano e, sendo assim, todas as doenças têm algo em comum…

O que é Cura?

A Cura é o processo de restauração, restabelecimento e equilíbrio da Saúde.

O papel da Cannabis no tratamento

A Cannabis Medicinal, devido às suas propriedades relaxante muscular, antiinflamatória, analgésica, ansiolítica, euforizante, calmante e sonífera, vem se destacando nos tratamentos dessas patologias, trazendo aos pacientes a restauração da Saúde e, quando não possível na totalidade, trazem a harmonia do organismo, devolvendo a qualidade de vida e o bem-estar.

Espiritualidade

As informações e os artigos cada vez mais abundantes com evidências clínicas e relatos contribuem na conscientização da população para as práticas integrativas, holísticas e xamânicas, que agregam espiritualidade e humanismo aos tratamentos, trazendo assim melhores resultados.

Vale lembrar que resultados positivos nos tratamentos, sejam eles fitoterápicos, naturalistas, espiritualistas ou alopáticos, advém da sinergia Corpo, Mente, Espírito e Ciência. 

Os profissionais de saúde precisam se apegar fundamentalmente à ciência, mas precisam também deixar o preconceito e o ceticismo de lado, fortalecendo a Fé e a Crença, de que há um Poder maior que nos move.

As opiniões veiculadas nesse artigo são pessoais e de responsabilidade de seus autores.

Sobre a autora:

Cynthia De Carlo é cirurgiã-dentista, formada há 31 anos pela UNITAU, pós-graduada em Periodontia, Implante e Pediatria. É dentista do CECMedic (Centro de Excelência Canabinoide) e membro da SBEC (Sociedade Brasileira de Estudos da Cannabis).

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

ASSINE NOSSA NEWSLETTER PARA RECEBER AS NOVIDADES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER
pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese